China restringe presença de estrangeiros até Olimpíada




A China endureceu o controle dos estrangeiros que vivem em Pequim e pretende que só permaneçam na cidade durante a Olimpíada, aqueles que têm uma justificativa para estar no país. A polícia está realizando batidas para checar passaportes e o governo chinês não está renovando vistos de turismo ou de negócios para uma data posterior a 1º de julho.


Aparentemente, o objetivo é saber exatamente quem está na cidade e por qual razão. Como todos os residentes de Pequim, os estrangeiros são obrigados a se registrar na delegacia de polícia de seu bairro. Mas centenas de pessoas de outros países vivem na capital chinesa sem contrato de trabalho formal e permanecem na cidade com vistos de turistas ou de negócios.


A situação é irregular, mas até o mês passado esses vistos eram renovados sem problema por despachantes que anunciam seus serviços em revistas e contam com a cumplicidade de funcionários da imigração. Outra opção era viajar até Hong Kong ou um país vizinho e obter um novo visto, de pelo menos três meses. Agora, a renovação só é possível até 1º de julho. Quem não tiver um visto de trabalho ou de estudante terá que deixar o país.


O governo também suspendeu a emissão de vistos de múltiplas entradas para pessoas que viajam à China e limitou o tempo de permanência a 30 dias. O máximo de entradas permitidas são duas. A medida afeta principalmente quem mora em regiões vizinhas e viaja ao país com freqüência a negócios.

Fonte: Agência Estado
via: Yahoo Notícias (08-04-2008)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Flamengo in Indonesia

Sobre o país que moro